Tudo o que fazemos...

O esquecimento e o descaso são coisas extremamente desagradáveis; a preguiça consegue ultrapassar esse nível; a mistura dos três é um resultado imediato de inatividade, ociosidade...e tantas outras palavras que possam encaixar-se nesse sentido.
Mas o simples fato de haver o surgimento de novos ideais e sentimentos faz com que as ações mudem e acabem possibilitando descobertas com as quais jamais sequer pensamos que poderiam existir, trazendo um sabor diferenciado ao nosso dia-a-dia.
É necessário que há cada dia alguma coisa nos estimule...seja uma promoção no trabalho, um simples comercial de televisão ou até mesmo um recado da pessoa amada. Nossos 'guts' ou 'fellings' são alertados por diversas situações e há um bocado de coisas inexplicáveis que nos levam até um estado de imensa satisfação.
Vai dizer que estou mentindo?
Quem é que nunca teve a impressão de ter o corpo percorrido por uma faísca em um 'momento interno' que faz nossa mente libertar nossos mais profundos desejos de felicidade e conquista? Certamente todos já passamos por exeperiências como essa e, quiçá, até muito melhores do que o jeito descrito pela guria aqui.
Mas de qualquer forma...tenho a impressão de que tudo isso acaba da mesma forma que começa: rápido, por demais ligeiro! E o surpreendente é que parece que não temos força, não temos 'guts' para voltar até que surja outro 'momento interno'.
Creio que deveríamos ter mais atitude e abater o descaso para que todas essas 'boas parafernálias pensantes' não sejam esquecidas como as páginas do diário que escrevemos de nossos passos nesse mundo.

1 comentários:

Guilherme disse...

Ótimo texto guria \o

Gostei do teu blog
XD

bjao